Estudo preliminar: etapas Projeto de Arquitetura

Em nossa série de postagens sobre “Projeto de Arquitetura” aprofundamos as variadas etapas que quase todo projeto arquitetônico possui. Aqui falaremos sobre a fase de estudo preliminar.

LIA23 - CTA Blog - Casa do Plaza 02

Então, o que seria o Estudo preliminar?

A etapa de estudo preliminar tem como objetivo verificar e analisar os fatores que incidem sobre o local onde o projeto arquitetônico será desenvolvido. Ele relacionada estes fatores com o programa de necessidades do projeto, visando atender a este programa com qualidade e ao mesmo tempo usufruindo das oportunidades contextuais do local.

São desenvolvidos vários estudos iniciais sobre o local: análise da orientação solar no local do projeto, incidência de correntes de vento, a existência de fontes de ruídos sonoros, etc. Ainda, analisam-se as oportunidades que o lote oferece, como melhores visuais, por exemplo.


Exemplificando

O que significa, por exemplo “análise da orientação solar no local do projeto”?

Cada lote possui uma posição específica em relação aos pontos cardeais e o modo como a luz do sol atinge determinado lote varia de acordo com esta posição.

No hemisfério sul, de modo geral pode-se afirmar que a face sul quase nunca recebe luz solar. A face norte é a que mais horas do dia recebe luz do sol e a fase leste recebe luz pela manhã. A face oeste é impactada principalmente pela luz da tarde.

Mas por que isso é importante?

Saber onde e quando o sol impactará uma edificação é fundamental para que esta seja mais agradável e útil aos moradores. Digamos que seu projeto tenha uma área de lazer com piscina. Não seria melhor que a piscina, durante o verão (época do ano em que o uso da piscina é mais frequente) tivesse mais horas de sol atingindo-a? Imagine se o projeto é feito de um modo em que a própria edificação faz sombra sobre a piscina!

Este foi apenas um dentre tantos pontos a se destacar sobre a luz solar na arquitetura. Entender como o sol impacta sobre a edificação é fundamental para tirar melhor proveito do mesmo. (escrevemos uma matéria este assunto. Clique aqui para acessá-la)


Exemplificando #2

Digamos que no lote do eu projeto há duas faces com bela vista para o mar. Qual delas deverá ser melhor aproveitada? Uma delas ou ambas? E como este aproveitamento vai impactar no layout dos ambientes e aberturas do projeto? E como isso se relaciona com a luz solar (conectando com o exemplo #1 acima).

Este é somente mais um exemplo do tipo de análise que a a fase de estudo preliminar propõe.

Alinhamento das condicionantes externas com o Programa de Necessidades

Além dos pontos acima, o estudo preliminar leva em conta o Programa funcional (ou programa de necessidades) do projeto. Ele visa atender ao programa e aproveitar o que o terreno oferece ao mesmo tendo.

Por exemplo: digamos que seu terreno tenha uma das faces voltada para uma mata de natureza exuberante que você adora e que você gostaria que sua sala de estar (living) tivesse vista para este visual natural. Logo, o trabalho dos arquitetos seria o de garantir que seu living tivesse esta vista para a mata garantida. Eles saberiam que, no projeto, este ambiente deveria ser condicionado através desta informação (vista para a mata).

Estudo preliminar

Outro exemplo: seu terreno fica próximo a uma rua movimentada e você trabalha em casa e portanto deseja ter um home office. Porém, trabalhar com barulho não é muito saudável nem produtivo. Neste caso, a equipe de arquitetos sabe que o ambiente ‘home office’ preferencialmente deve ser silencioso (e portanto longe da fonte de ruído).

Estudo preliminar

 

Concluindo

Como vimos, o estudo preliminar é um exercício de alinhamento entre várias informações, com o objetivo de propor soluções de projeto que satisfaçam os desejos dos moradores com qualidade e ao mesmo tempo buscar obter os benefícios que as condicionantes externas podem proporcionar.

Não é uma etapa simples, pois todos os fatores estão mais ou menos conectados e não existe apenas uma solução para qualquer projeto arquitetônico. Dentre as tantas soluções possíveis, é preciso que a equipe de arquitetos estude, analise e desenvolva as ideias para que as melhores soluções surjam.

Com estes primeiros desenhos equipe e cliente conseguem debater e analisar os pontos positivos (que devem ser aprofundados) e negativos (que devem ser descartados ou corrigidos). Após esta primeira rodada, se necessário, novas propostas são desenvolvidas até que se chegue a um resultado onde todos os envolvidos entendem como ideal para se partir para os aprofundamentos mais detalhado do projeto.

Ao final do estudo preliminar, pode-se ter com maior precisão o real dimensionamento do projeto e, consequentemente, os custos envolvidos em sua execução. Além disso, os envolvidos poderão já ter em mente como estará disposto o layout do projeto, os ambientes e a razão de ser do projeto.

 

Uma breve revisão das principais etapas do Projeto de Arquitetura:

1. Definição do programa de necessidades do projeto;
2. Levantamento e visita ao local;
3. Estudo Preliminar; (você está aqui)
4. Anteprojeto;
5. Projeto Legal;
6. Projeto Executivo.

Em breve publicaremos posts específicos sobre as demais etapas do projeto de arquitetura.

 

LIA23 - CTA Blog - Casa do Plaza 01

 

—-
Gostou deste conteúdo? Comente, sua opinião é muito importante e nos ajuda a sempre melhorarmos nossas publicações.

Caso esteja planejando construir ou fazer projeto de interiores, entre em contato com a Line Arquitetura. Nossa equipe de profissionais está a disposição para poder ajudar você com seu projeto!

47 3246 3527
contato@linearquitetura.com.br

www.linearquitetura.com.br

Rua 248, nº 273 – Executive Center – sala 9
Meia Praia – Itapema – SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *